Maior lagoa da bacia do São Francisco seca no semiárido baiano



O Ministério Público do Estado (MP-BA) fará, nesta quinta-feira (31), uma reunião de emergência em Xique-Xique, na região do Vale do São Francisco, semiárido baiano, a fim de discutir o caso de seca da Lagoa de Itaparica, uma das maiores da bacia do Rio São Francisco. Nesta semana, centenas de peixes morreram no local depois que a água secou, segundo a promotoria.

A reunião foi marcada pelo Núcleo de Defesa do Rio São Francisco (Nusf) e contará também com participação do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), dos prefeitos de Xique-Xique e Gentio do Ouro e representantes do Ibama, Inema, Adab, Condevasf e da comunidade local. O encontro acontece a partir das 14h na sede da Universidade do Estado da Bahia (Uneb) de Xique-Xique e vai discutir soluções para o problema.

Itaparica é a maior lagoa marginal da bacia do Velho Chico, com 24 quilômetros de extensão, passando por Xique-Xique e Gentio de Ouro. Ela faz parte de uma Área de Proteção Ambiental (APA) e é um dos principais reservatórios hídricos naturais e o principal berçário da ictiofauna (conjunto de espécies de peixes da região biogeográfica). Por conta de seu uso para a pesca, a lagoa era conhecida como "mãe da pobreza".
Correio 

Nenhum comentário:

Postar um comentário