Jacobinense suspeito de matar amante se passou por ela em mensagens de celular após crime, diz delegada em Goiânia


Polícia Civil informou que homem respondeu algumas perguntas do marido da vítima, mas não contou sobre o relacionamento extraconjugal. Suspeito morreu atropelado após sair de hotel onde corpo da amante foi encontrado.


Geane Silva de Oliveira é encontrada morta em quarto de hotel; Marcos Lima dos Santos é suspeito (Foto: Facebook/ Reprodução)

A delegada Magda D’Ávila, que investiga a morte de Geane Silva de Oliveira, de 32 anos, acredita que o amante dela, suspeito do crime, se passou pela mulher em mensagens de celular após matá-la em um quarto de hotel em Goiânia. Investigado pelo crime, o ciclista Marcos Lima dos Santos, de 38 anos, morreu atropelado na BR-153 uma hora após sair do estabelecimento.
Imagens de câmeras de segurança de comércios da região mostram quando Geane e Marcos estão a caminho do hotel no sábado (16). O homem morreu atropelado uma hora após sair do local, no domingo (17), e o corpo da mulher foi encontrado por funcionários do estabelecimento também no domingo.
“Ele postou foto dos dois no Facebook dela, ficou conversando com o marido dela, se passando por ela, pediu desculpas como se fosse ela quando o marido disse que a filha estava chorando. Nas mensagens [o autor respondeu a algumas perguntas pontuais, mas] não contou do relacionamento extraconjugal”, detalhou.
A delegada acredita que Geane foi morta no sábado. Segundo ela, conforme depoimento informal do dono do hotel, ao levar uma comida no quarto do casal na noite de sábado, ele viu, pela fresta da porta, que a vítima estava deitada e coberta com o lençol, na mesma posição em que o corpo foi achado no dia seguinte.
Também de acordo com Magda, o vídeo que mostra o casal a caminho do hotel indica que a mulher não tinha a intenção de passar a noite no local porque não levava nenhuma bagagem. Outro fato apontado pela investigadora que sustenta essa tese é que Geane deixou a filha com uma amiga.
“Ás 18h essa amiga mandou um áudio falando que a filha queria ir embora, então com certeza ficou acertado de ela voltar lá no sábado ainda para buscar a filha”, explicou.

Marcos escreveu uma declaração de amor para Geane na parede do quarto de hotel. Na mensagem, ele afirmou que o relacionamento durou um ano e que eram amantes: ‘amor te amo, amante fiel’.
Marcos Lima dos Santos escreve declaração de amor na parede do quarto de hotel (Foto: Polícia Civil/ Divulgação)
O ciclista deixou ainda uma carta pedindo desculpas a uma mulher chamada Sônia, que ainda não foi identificada. No texto, ele escreveu:

“Desculpas, Sônia, por tudo que eu fiz, mas nós estávamos em relacionamento já tinha um ano e estava muito complicado. Nós dois tivemos um desentendimento, uma briga muito feia e acabou nisso, me perdoe”, escreveu.
Suspeito de matar Geane Silva de Oliveira, Marcos Lima dos Santos deixa carta no local do crime (Foto: Polícia Civil/ Divulgação)

A delegada Nilda Andrade, titular da Delegacia Estadual de Investigação de Crimes de Trânsito (Dict), está responsável por investigar a morte de Marcos, na manhã de domingo, após sair do hotel. Segundo a investigadora, o ciclista seguia pela contramão da BR-153, mudou bruscamente de pista e foi atingido por um caminhoneiro.
Nilda apura se o homem se jogou na frente do veículo. O motorista do caminhão, que não se feriu no acidente, prestou depoimento nesta segunda-feira (18) e disse que tentou desviar, mas não houve tempo hábil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2018 | Desenvolvido por Junior Pacheco