KATIANE

ENTREVISTA COM JOHANE LEONE, ENDOCRINOLOGISTA
ENTREVISTA COM THAIANNE BARBOSA, NUTRICIONISTA
ENTREVISTA COM DRº CICERO PEREIRA, ESPECIALISTA EM DOR OROFACIAL
ENTREVISTA COM DRª JOHANE LEONE (ENDOCRINOLOGISTA)
ENTREVISTA COM DRªA LARISSA NANI (MASTOLOGISTA)
ENTREVISTA COM DRº MATEUS RIBEIRO (PSICÓLOGO E COACH)
ENTREVISTA COM DRº MAURÍCIO MARQUES (DERMATOLOGISTA)
ENTREVISTA COM DRº MATEUS RIBEIRO (PSICÓLOGO E COACH)
ENTREVISTA COM DRº CÍCERO (CLÍNICO GERAL)

Homem diz que perdeu o emprego por ter sido conduzido indevidamente para a delegacia e que precisa de uma segunda chance


Na tarde desta segunda-feira, 18 de junho de 2018, Jaelson Joaquim dos Santos, 21 anos, esteve na nossa redação, para dizer que foi conduzido indevidamente de Umburanas para a delegacia de Jacobina.

Jaelson disse que realmente foi indiciado por uma tentativa de estupro em 2017, porém havia sido conduzido para a delegacia e estava respondendo o caso em livre liberado. Disse ainda que a Guarda Municipal e Polícia Militar não se atentaram para a data da prisão preventiva, pois já havia sido conduzido e liberado no ano passado e que não responde a um segundo caso de suposto estupro em Ourolândia. 

O mesmo relatou ainda que irá entrar na justiça contra o Estado, pelo erro na sua condução para a Depol, pois acabou perdendo o emprego em uma empresa de torres eólicas.

Jaelson anda com um alvará de soltura para provar que está respondendo em liberdade, expedido pelo Juiz Dr Marley Cunha Medeiros do Ministério Público.

"Estou tentando refazer a minha vida, lutando para comprar uma casa e preciso de uma segunda chance. Acabei deixando os meus estudos, perdendo o emprego, mas, seguirei em frente e irei tentar voltar ao trabalho" disse Jaelson. 


Fonte: Augusto Urgente!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2018 | Desenvolvido por Junior Pacheco