Grupo pró-Estado Islâmico usa imagem de Messi para ameaçar ataques na Copa da Rússia


O argentino Lionel Messi foi protagonista de uma campanha terrorista de um grupo pró-Estado Islâmico, nesta terça-feira (24). A informação é da organização de monitoramento de extremistas SITE Intel Group. O jogador é capa de uma ameaça sobre os jogos da Copa do Mundo do ano que vem, na Rússia, numa divulgação feita pelo grupo de mídia Wafa' Foundation. Na imagem, o atleta do Barcelona com um uniforme de prisioneiro, atrás de grades e com sangue saindo de seu olho esquerdo. O mesmo grupo divulgou ainda nesta terça outra imagem em que ameaça a realização do Mundial. Na outra foto, há uma montagem de um homem observando o estádio Luzhnik, local onde acontecerá a final da competição, acompanhado de uma bomba e com a frase ‘o fogo dos mujahideen (soldados da guerra santa) os queimarão. Apenas esperem’. Os russos são os principais aliados da Síria no combate ao Estado Islâmico e apoia ataques ao grupo no país. BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário