Supertufão Mangkhut chega à China




Equipes de resgate trabalham nesta segunda-feira (17) nas buscas por cerca de 100 pessoas que ficaram presas em uma mina em Itogon, no norte das Filipinas, após a passagem do supertufão Mangkhut no sábado pelo país.
Hong Kong emitiu neste alerta máximo por causa da chegada do tufão Mangkhut.
Mangkhut foi o tufão mais violento a atingir as Filipinas este ano.
64 pessoas morreram nas Filipinas e milhares fugiram de suas casas.
A polícia das Filipinas disse que o número de mortos pelo Mangkhut no país subiu para 64, segundo a agência Associated Press.
A emissora de televisão estatal chinesa informou que duas pessoas morreram e 15 ficaram feridas na província de Guangdong.
Antes da chegada do Mangkhut, a China ordenou a retirada de pessoas de áreas de risco do sul do país, suspendeu os serviços de trem de alta velocidade e suspendeu aulas. Segundo a mídia estatal, 2,45 milhões de pessoas foram realocadas na província de Guangdong e 50 mil barcos voltaram aos portos.
A emissora de televisão estatal CGTN informou que as ondas inundaram um hotel à beira-mar na cidade de Shenzhen.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2018 | Desenvolvido por Junior Pacheco