KATIANE

ENTREVISTA COM JOHANE LEONE, ENDOCRINOLOGISTA
ENTREVISTA COM THAIANNE BARBOSA, NUTRICIONISTA
ENTREVISTA COM DRº CICERO PEREIRA, ESPECIALISTA EM DOR OROFACIAL
ENTREVISTA COM DRª JOHANE LEONE (ENDOCRINOLOGISTA)
ENTREVISTA COM DRªA LARISSA NANI (MASTOLOGISTA)
ENTREVISTA COM DRº MATEUS RIBEIRO (PSICÓLOGO E COACH)
ENTREVISTA COM DRº MAURÍCIO MARQUES (DERMATOLOGISTA)
ENTREVISTA COM DRº MATEUS RIBEIRO (PSICÓLOGO E COACH)
ENTREVISTA COM DRº CÍCERO (CLÍNICO GERAL)

Supertufão Mangkhut chega à China




Equipes de resgate trabalham nesta segunda-feira (17) nas buscas por cerca de 100 pessoas que ficaram presas em uma mina em Itogon, no norte das Filipinas, após a passagem do supertufão Mangkhut no sábado pelo país.
Hong Kong emitiu neste alerta máximo por causa da chegada do tufão Mangkhut.
Mangkhut foi o tufão mais violento a atingir as Filipinas este ano.
64 pessoas morreram nas Filipinas e milhares fugiram de suas casas.
A polícia das Filipinas disse que o número de mortos pelo Mangkhut no país subiu para 64, segundo a agência Associated Press.
A emissora de televisão estatal chinesa informou que duas pessoas morreram e 15 ficaram feridas na província de Guangdong.
Antes da chegada do Mangkhut, a China ordenou a retirada de pessoas de áreas de risco do sul do país, suspendeu os serviços de trem de alta velocidade e suspendeu aulas. Segundo a mídia estatal, 2,45 milhões de pessoas foram realocadas na província de Guangdong e 50 mil barcos voltaram aos portos.
A emissora de televisão estatal CGTN informou que as ondas inundaram um hotel à beira-mar na cidade de Shenzhen.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2018 | Desenvolvido por Junior Pacheco