MOMENTO SAÚDE

Cela de 'castigo' de Geddel na Papuda é 'coisa medieval', afirma site


O “castigo” aplicado ao ex-ministro Geddel Vieira Lima após ofender um agente penitenciário na Papuda, onde está preso desde o mês de setembro, é “uma coisa medieval”, de acordo com o site de notícias jurídicas Migalhas. Segundo a publicação, o espaço destinado ao “castigo” é uma cela de dois por dois, com cama de alvenaria sem colchão, sem luz, onde o preso fica no mínimo 7 dias – Geddel ficará 10 dias no espaço, conforme registros da imprensa. “A comida é colocada diariamente, mas não recolhida, de modo que o preso, que não consegue ver a luz do dia, tem que sobreviver num lugar fétido. Uma verdadeira masmorra. Não há chuveiro, existindo uma minúscula pia (que é onde ele bebe água) e o boi (um buraco no chão para fazer as necessidades)”, afirma o site, que reúne publicações de advogados de diversas partes do Brasil. “Se os órgãos internacionais de direitos humanos soubessem do que se trata, o Brasil receberia dura reprimenda. Certamente os ministros do Supremo Tribunal Federal, ciosos, não sabem disso”, assegura o site.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2018 | Desenvolvido por Junior Pacheco