KATIANE

ENTREVISTA COM JOHANE LEONE, ENDOCRINOLOGISTA
ENTREVISTA COM THAIANNE BARBOSA, NUTRICIONISTA
ENTREVISTA COM DRº CICERO PEREIRA, ESPECIALISTA EM DOR OROFACIAL
ENTREVISTA COM DRª JOHANE LEONE (ENDOCRINOLOGISTA)
ENTREVISTA COM DRªA LARISSA NANI (MASTOLOGISTA)
ENTREVISTA COM DRº MATEUS RIBEIRO (PSICÓLOGO E COACH)
ENTREVISTA COM DRº MAURÍCIO MARQUES (DERMATOLOGISTA)
ENTREVISTA COM DRº MATEUS RIBEIRO (PSICÓLOGO E COACH)
ENTREVISTA COM DRº CÍCERO (CLÍNICO GERAL)

Cela de 'castigo' de Geddel na Papuda é 'coisa medieval', afirma site


O “castigo” aplicado ao ex-ministro Geddel Vieira Lima após ofender um agente penitenciário na Papuda, onde está preso desde o mês de setembro, é “uma coisa medieval”, de acordo com o site de notícias jurídicas Migalhas. Segundo a publicação, o espaço destinado ao “castigo” é uma cela de dois por dois, com cama de alvenaria sem colchão, sem luz, onde o preso fica no mínimo 7 dias – Geddel ficará 10 dias no espaço, conforme registros da imprensa. “A comida é colocada diariamente, mas não recolhida, de modo que o preso, que não consegue ver a luz do dia, tem que sobreviver num lugar fétido. Uma verdadeira masmorra. Não há chuveiro, existindo uma minúscula pia (que é onde ele bebe água) e o boi (um buraco no chão para fazer as necessidades)”, afirma o site, que reúne publicações de advogados de diversas partes do Brasil. “Se os órgãos internacionais de direitos humanos soubessem do que se trata, o Brasil receberia dura reprimenda. Certamente os ministros do Supremo Tribunal Federal, ciosos, não sabem disso”, assegura o site.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2018 | Desenvolvido por Junior Pacheco