Uso diário de Anti-inflamatório pode prevenir Alzheimer precoce, diz estudo


Tomar um ibuprofeno por dia pode prevenir o Alzheimer. Pelo menos é o que diz um estudo publicado recentemente no periódico científico Journal of Alzheimer’s Disease. O medicamento seria capaz de reduzir a inflamação cerebral causada pelo acúmulo de proteínas que sinalizam o aparecimento precoce da doença. 

A medicina ainda desconhece exatamente o que causa o Alzheimer, mas já se sabe que o acúmulo de placas das proteínas tau e beta-amiloide no cérebro desempenham um papel importante na formação da síndrome. O ibuprofeno, um anti-inflamatório comumente utilizado e popularmente conhecido, seria capaz de prevenir o desenvolvimento do Alzheimer em pessoas com altos níveis de beta-amiloide peptídica 42 (Abeta 42). 

Ainda segundo a pesquisa, o uso do medicamento só seria eficaz em pessoas com maior acúmulo da proteína que destrói os neurônios e causam o Alzheimer e, portanto, com um risco aumentado de desenvolvimento da doença. Apesar da recente descoberta, a comunidade científica recebeu essa informação com receio e recomenda cautela às pessoas antes de começarem a tomar ibuprofeno de maneira prolongada. 

De acordo com Doug Brown, diretor de política e pesquisa da ONG britânica Alzheimer’s Society, é muito cedo para recomendar o medicamento para a prevenção da doença. Durante uso em longo prazo, o anti-inflamatório pode causar sangramento intestinal e úlceras estomacais. A interação com outros medicamentos, como a varfarina, também pode produzir efeitos prejudiciais.

Informações do Doug Brown

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2018 | Desenvolvido por Junior Pacheco