KATIANE

ENTREVISTA COM JOHANE LEONE, ENDOCRINOLOGISTA
ENTREVISTA COM THAIANNE BARBOSA, NUTRICIONISTA
ENTREVISTA COM DRº CICERO PEREIRA, ESPECIALISTA EM DOR OROFACIAL
ENTREVISTA COM DRª JOHANE LEONE (ENDOCRINOLOGISTA)
ENTREVISTA COM DRªA LARISSA NANI (MASTOLOGISTA)
ENTREVISTA COM DRº MATEUS RIBEIRO (PSICÓLOGO E COACH)
ENTREVISTA COM DRº MAURÍCIO MARQUES (DERMATOLOGISTA)
ENTREVISTA COM DRº MATEUS RIBEIRO (PSICÓLOGO E COACH)
ENTREVISTA COM DRº CÍCERO (CLÍNICO GERAL)

Lauro de Freitas: Mãe de morto em confronto com a PM tinha expulsado filho de casa

Lauro de Freitas: Mãe de morto em confronto com a PM tinha expulsado filho de casa
Foto: Reprodução / Correio
A mãe do adolescente morto por policiais militares enquanto comemorava o “aniversário” da execução de outro PM  ponderou sobre a vida de Jeferson Cordeiro Barreto enquanto liberava o corpo do filho de 17 anos, para o sepultamento. "Não posso colocar panos quentes. Tenho que ser realista e reconhecer que meu filho fez muitas mães chorarem. Hoje, a polícia me faz chorar", desabafou a doméstica Leide Lima, 35 anos, ao repórter Nilson Marinho do Correio. A mãe do jovem conhecido como 'Porcão' liberou o corpo do filho para sepultamento no Instituto Médico Legal Nina Rodrigues (IML) na manhã desta terça-feira (16). Porcão fazia parte da facção criminosa Comando da Paz (CP) e entrou para o mundo do crime aos 12 anos. Aos 16 anos, foi expulso de casa pela mãe depois que homens armados invadiram a residência onde ele morava na Rua Queira Deus. "Eu estava recém-parida do meu filho de dois anos, com apenas oitos dias de cirurgia, quando os bandidos entraram na minha casa. Quase a minha cesariana ia parar na minha cabeça. Pedi para que ele seguisse sua vida longe de mim", conta. O jovem foi morto na companhia do primo, Danilo Santos da Cruz, 22, durante um confronto com policiais da 52ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Lauro de Freitas) e das Rondas Especiais (Rondesp) na manhã desta segunda-feira (15) na cidade de Lauro de Freitas. De acordo com a polícia, eles foram mortos durante abordagem da polícia quando participavam de uma festa para comemorar o 'aniversário de morte' do PM Urivélton de Jesus Santana, morto em janeiro do ano passado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2018 | Desenvolvido por Junior Pacheco