24ª CIPM faz operação ao redor do Fórum Eleitoral de Jacobina; Suspeitos de venda de senhas são conduzidos à DEPOL


Na madrugada do dia 26 de janeiro de 2018, por volta das 02h00, a 24ª CIPM, após ter sido cientificada sobre a prática de alguns ilícitos eleitorais nas imediações do TER/Jacobina, principalmente no que tange à percepção de vantagem ilícita através da venda de senhas para a fila de espera para o cadastro biométrico, planejou uma ação para coibir tais posturas.

Inicialmente, foi solicitado que os presentes na fila apresentassem documentação de identificação e que comprovassem que os mesmos iriam realizar o serviço de cadastro biométrico, sendo notado que muitos não portavam a documentação necessária (comprovante de residência, RG, Título de Eleitor). Um dos indivíduos abordados, confessou que iria vender o seu lugar na fila pelo valor de R$30,00, e outras quatro pessoas afirmaram que estavam guardando lugar na fila para parentes/amigos. Diante da situação, as quatro pessoas foram convidadas a se retirarem da fila, sendo apresentadas na 16ª COORPIN, para adoção das medidas cabíveis. 

Esta ação da Companhia visa acima de tudo a manutenção da ordem, e o término dos transtornos que algumas pessoas vêm causando diariamente à Justiça Eleitoral. A fiscalização continuará ocorrendo diariamente.

O Major PM Flailton Oliveira, Comandante da 24ª CIPM, destacou a importância da operação comandada pelo Capitão Juliano Procópio, Chefe de Operações da Unidade PM e elogiou a ação de todos os PMs que estiveram à frente da ocorrência. “A 24ª CIPM é a Torre de Proteção da Sociedade. Estaremos sempre vigilantes e a postos para servir e proteger”, disse o Major PM Flailton. 

"PM E COMUNIDADE NA CORRENTE DO BEM"
Setor de Comunicação Social/Porta Voz do Comando
Foto: Arquivo/Augusto Urgente

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2018 | Desenvolvido por Junior Pacheco