Família de Miss Iraque foge após selfie polêmica com Miss Israel

“Paz e amor da miss Iraque e da miss Israel” diz a legenda da selfie que rendeu ameaças de morte a Sarah Idan e sua família, que acabou tendo que deixar o Iraque.

Idan postou a foto em sua conta no instagram no dia 13 de novembro quando representava o Iraque em um evento ligado ao concurso Miss Universo. Foi a primeira vez em 45 anos que o país enviou uma candidata.

À CNN, a miss Iraque disse que propôs à miss Israel, Adar Gandelsman, que tirassem uma foto “para que as pessoas pudessem ver que não temos problemas uma com a outra e que na verdade somos embaixadoras da paz”.

A reação não foi a que ela esperava.

“Quando postei a foto, não imaginei por um segundo que teria uma repercussão negativa”, disse à emissora. “As ameaças que recebi pela internet foram assustadoras”.

Segundo Idan, o diretor do concurso Miss Iraque lhe disse que estava sendo pressionado pelo governo e que ela deveria remover a foto — caso contrário, perderia o título.

Israel e Iraque não mantêm relações diplomáticas.

Ela também recebeu ameaças de morte. Assustada, ligou para sua família e pediu deixassem o país.

“As pessoas reconheceram minha família, todos imediamente sabiam quem eles eram. E estávamos recebendo ameaças de morte”, disse.

Apesar das ameaças e do risco de perder seu título, Idan se recusou a remover a foto.
Um dia após postar a selfie, ela publicou um texto em que disse não apoiar o governo de Israel nem sua política para o Oriente Médio. Ela também pediu desculpas a “todos aqueles que acharam que era um ataque à causa palestina”.
Idan, que disse não se arrepender de ter publicado a foto, evitou dar entrevistas sobre o episódio até que sua família tivesse deixado o Iraque com segurança. Além da iraquiana, a miss tem cidadania americana e reside em Los Angeles.
Arquivado em: Mundo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2018 | Desenvolvido por Junior Pacheco