KATIANE

ENTREVISTA COM JOHANE LEONE, ENDOCRINOLOGISTA
ENTREVISTA COM THAIANNE BARBOSA, NUTRICIONISTA
ENTREVISTA COM DRº CICERO PEREIRA, ESPECIALISTA EM DOR OROFACIAL
ENTREVISTA COM DRª JOHANE LEONE (ENDOCRINOLOGISTA)
ENTREVISTA COM DRªA LARISSA NANI (MASTOLOGISTA)
ENTREVISTA COM DRº MATEUS RIBEIRO (PSICÓLOGO E COACH)
ENTREVISTA COM DRº MAURÍCIO MARQUES (DERMATOLOGISTA)
ENTREVISTA COM DRº MATEUS RIBEIRO (PSICÓLOGO E COACH)
ENTREVISTA COM DRº CÍCERO (CLÍNICO GERAL)

Senado aprova texto-base de projeto que regulamenta a Uber

O Senado aprovou nesta terça-feira (31) o texto-base do projeto que regulamenta aplicativos de transporte individual, como Uber e 99 Pop. Foram 46 votos a favor, 10 contras e uma abstenção. A aprovação aconteceu em votação simbólica antes, sem contagem de votos, mas senadores pediram verificação e assim os votos foram contados depois.

Agora, os senadores vão discutir as emendas, que podem modificar pontos dos projetos. Em caso de modificações aprovadas pelo Senado, o projeto volta para nova apreciação da Câmara, onde foi aprovado em abril deste ano.

O texto-base prevê que os serviços devem atender a várias exigências, incluindo obrigatoriedade de placas vermelhas para os carros usados e exigência de o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) esteja no nome do motorista. A Uber havia afirmado que o projeto como estava deixava "inviável" seguir com o serviço no Brasil.

Como o serviço é prestado hoje:

Atualmente, aqueles que desejam dirigir com os aplicativos Uber ou 99Pop - já presentes em Salvador - precisam apenas se registrar no site do aplicativo e obedecer às condições e políticas estabelecidas pelas empresas, entre elas, enviar a foto da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) com a observação “Exerce atividade remunerada - EAR” e uma foto do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV).

O que muda ou passa a valer se o projeto for aprovado e sancionado:

- Placas: Um dos pontos mais polêmicos do texto, que será votado pelo Senado, estabelece que os veículos de Uber e Cabify tenham placas vermelhas, iguais às dos táxis;

- Autorização: Outro ponto diz que os motoristas deverão portar autorização específica, emitida pela prefeitura do respectivo município, para prestar o serviço;

- CRLV: Além disso, o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) deverá ser no nome do motorista;

- Segurança: O motorista deverá contratar o seguro de Acidentes Pessoais e Passageiros (APP);

- DPVAT: Terá também que ter o Seguro Obrigatório de Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT);

- Contribuição: Será preciso estar inscrito como contribuinte individual do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS);

- Vistorias: Os motoristas vão ter que realizar (e portanto pagar por) vistorias periódicas, além de ter ficha limpa na polícia.

Fonte: Correio 24h
Foto: Roque de Sá/Agência Senado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Líder Notícias - O seu canal de informação! © 2013 - 2018 | Desenvolvido por Junior Pacheco