Globo afasta William Waack após vídeo revelar caso de racismo

A Globo decidiu afastar o apresentador William Waack do Jornal da Globo por conta do vídeo que começou a circular na internet nesta quarta-feira (8) e que revela falas racistas (clique aqui e veja o vídeo). Em nota, emissora aponta que o afastamento vai durar "até que a situação esteja esclarecida". 

A decisão foi motivada por imagens gravadas nos Estados Unidos no ano passado. Nelas, o apresentador aparece, irritado, dizendo que o barulho exagerado de buzinas é "coisa de preto". Nas imagens, Waack está ao lado de Paulo Sotero, diretor do Brazil Institute, antes de uma entrevista num estúdio em frente à Casa Branca. "Durante a cobertura das eleições americanas do ano passado, alguém na rua dispara a buzina e, Waack, contrariado, faz comentários, ao que tudo indica, de cunho racista. Waack afirma não se lembrar do que disse, já que o áudio não tem clareza, mas pede sinceras desculpas àqueles que se sentiram ultrajados pela situação", relata o comunicado da Globo.

No texto, a emissora ressalta que Waack é um dos mais respeitados profissionais brasileiros e que a partir desta quinta-feira (9) vai iniciar conversas com ele "para decidir como se desenrolarão os próximos passos".

Fonte: Bahia Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário