Chamada de racista, Marina pede desculpas por campanha de papel higiênico preto

Após ser acusada de racismo, a campanha de papel higiênico de cor preta segue repercutindo na internet. Desta vez, a própria Marina Ruy Barbosa, garota propaganda da marca Personal, resolveu pedir desculpas, na tarde desta terça-feira (24). "Quando me convidaram e apresentaram a mensagem criativa da campanha para o produto ‘Personal Vip Black’, produto já existente no exterior e trazida pela Santher para o Brasil, fiquei animada em fazer uma campanha diferente e que seria uma novidade no nosso país”, iniciou a esposa de Xandinho Negrão. "Lamento profundamente que algumas pessoas tenham interpretado o trabalho publicitário da Santher de forma diferente do que foi idealizado. Tenho certeza de que essa nunca tenha sido a intenção da marca e das pessoas que criaram esta ação, a de seguir por este caminho polêmico ou desrespeitar qualquer tipo de pessoa. Eu lamento muito, de verdade, e peço desculpas às pessoas que se sentiram afetadas. Estou bem triste por tudo isso e espero que entendam que jamais foi feito com a intenção de ofender!", finalizou a Global.

Fonte: Bahia Noticias 

Nenhum comentário:

Postar um comentário